domingo, 3 de agosto de 2008

"...Por mais que a gente grite, o silêncio é sempre maior..."

Eu falei pra ela: "só dois dedos". As pessoas andam com a cabeça na lua e não escutam o que dizemos... Acho que ficam olhando pro nada tentando descobrir o sentido da vida... Digo isso porque eu também tinha esse hábito... Mas descobri! O sentido da vida é realizar o sonho da casa própria... Pelo menos, pra ela, sim. Me aconselham muito a ouvir as palavras de Deus sobre o tal sentido... O problema é que ele não fala comigo... Se ao menos ele espirrasse, já seria um sinal. Eu lembro que eu falei pra ela exatamente assim: "dois dedos e nada mais"... E ela sorriu e até comentou: "isso parece título de música... Já ouviu aquela do Guilherme Arantes?"... Eu já tinha ouvido, mas mesmo assim ela fez questão de cantar pra mim... E, no final, disse: "prontinho, quatro dedos" e ainda acrescentou, "você não sabe que só tiro o que você pede"... E lá se foi metade dos meus cachos dourados no piso do salão...

"...A gente espera do mundo e o mundo espera de nós, um pouco mais de paciência..."

===================================================


Mas, outra vez?

Pois é.
Já estou me acostumando com tantos agrados. :D
Ganhei mais dois selos no dia 1º. Na verdade, três, sendo um feito pelo próprio blog, do qual achei uma iniciativa bem interessante.
Todos eles do blog Muito Sobre Algo, que por sinal ainda não conhecia, mas que visitei e aprovei, apesar de ter uma abordagem bem diferente dos blogs que costumo visitar.
Eles se encontram aí ao lado, e vou indicar cada um deles a um blog...

  • Selo Brilhante Weblog, vai pro Em linhas.
  • Selo Blog Consciente, vai pro Silêncio Coletivo.
  • Selo Esse blog é algo muito bacana!, vai pro Essência no Ar.

Mais uma vez, obrigada, muito obrigada.

5 comentários:

Rômulo disse...

Uau, mais um?
Poxa, muito obrigado, mesmo. Mais uma vez, fico naquela sinuca de não saber como fazer para agradecer.

Quanto ao texto, bem, em geral as pessoas estão preocupadas demais em escutar suas próprias palavras para dar ouvidos às dos outros, e não consigo imaginar um exemplo melhor do que o salão de cabeleireiro, é sempre assim.

Beijos, obrigado de novo e sinta-se abraçada mais uma vez!

Vanessa disse...

Olha que vou aparar as pontas do meu cabelo essa semana.
Que a cabeleireira tire apenas dois dedinhos, senão eu rodo a bahiana [ literalmente.rsrs]

Ow, Yashaaaa...
obrigada pelo selo. Lindo, lindo.
Obrigada pelo carinho...
no próximo post, coloco ele lá...exibir pra todo mundo..rs

beijaoo

vidapessimista disse...

Maravilha! A pergunta que todos se perguntam! Ah, se descobrir o sentido da vida não esqueça de me avisar e escrever um livro famoso! - eu compro rs

Por enquanto, sem respostas continuemos com o instinto de sobrevivência.


Vamos ver se acerto nos versos novamente... Raul!!!


Dois problemas se misturam

A verdade do Universo

A prestação que vai vencer

Entro com a garrafa

De bebida enrustida

Porque minha mulher

Não pode ver
...


E as perguntas continuam

Sempre as mesmas

Quem eu sou?

Da onde venho?

E aonde vou, dá?




E todo mundo explica tudo

Como a luz acende

Como um avião pode voar

Ao meu lado um dicionário

Cheio de palavras

Que eu sei que nunca vou usar




Mas agora eu também resolvi

Dar uma queixadinha

Porque eu sou um rapaz

Latino-americano

Que também sabe

Se lamentar

deia disse...

Parabéns pelo blog, merece todos os selos!

Danilo Moreira disse...

Pensei muito nisso quando tirei o meu moicano...rs

Puxa, e pensar que só passei por aqui pra retribuir o seu comentário e de repente de deparo com esse selo.

Muito obrigado, de coração.

Abçs!!!

Veja se vc já se acostumou com esse barulho que já faz parte da nossa vida.

Que barulho?

Então, confira:

----------------------------------
Delírio - Um Barulho...

http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS...
Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.
----------------------------------