quarta-feira, 6 de agosto de 2008

"...Teu choro não me faz desistir, teu riso não me faz reclinar..."

O teu sorriso é só riso. Nada além de uma expressão. Não aquece, nem clareia. É como lanterna acesa à luz do sol. Nem querubim, nem cão de fogo, sorriso apenas morno. Não tem força, não é fato. O teu sorriso é só riso. Fica aquém da imaginação.

(-eu te amo como se ama um sonho ofendido.).

E sorrindo dizes: - O que falta em mim? Quanto falta em mim? Onde falta em mim?

O teu canto não ecoa. Não vai a alma, não arrepia. É como um discurso em meio ao show esperado. Nem visto, nem sentido, apenas um canto despercebido. Não tem força, não é fato. É silêncio no vácuo.

(-te canto como se canta o amor não vivido.).

E plangente dizes: - O que falta em mim? Quanto falta em mim? Onde falta em mim?

A tua lágrima não lava a alma. Não leva ao córrego, não limpa os poros. É como banho de bica no meio do temporal. Nem pura, nem indecente, apenas lágrima descrente. Não tem força, não é fato. É poça de água em riacho.

(-eu te choro como se chora um passarinho mudo.).

E choroso dizes: - O que falta em mim? Quanto falta em mim? Onde falta em mim?

Como se a culpa fosse minha. Como se a culpa fosse minha companheira. Como se estivesse no seu lugar e ali ficasse como bicho corroendo a maçã no paraíso. Tomo um copo de culpa toda manhã e me abasteço desse fel que me impões.

(E te amo como se ama um passarinho morto.).

9 comentários:

Philipe disse...

Olá COnheci teu blog pelo orkut
gostei muito das fotos e do estilo classico

Parabens

Vc vai longe

Rômulo disse...

Algumas pessoas são apenas uma linha reta, nada as torna especiais.
Em geral, essas pessoas procuram a culpa nos outros, e nada as faz satisfeitas.
Você, com seus textos, certamente não é uma delas.

Uriel Gonçalves disse...

profundo e complexo.

Gostei muito, realmente bom.
Como disse o Philipe, da um ar clássico e combina com a maneira que tu escreve, continua assim e continua visitando o meu ^^

http://jornalosturiel.blogspot.com
todo dia algo novo ^^

Luciana disse...

Nossa, muito legal mesmo! Teu blog como um todo está de parabéns!

Certamente voltarei outras vezes para conferir teus textos mais que bem trabalhados.

Parabéns...

Visite tb:

http://curiososecia.blogspot.com/

abs

vanildomarley disse...

Oi!Tava revirando as comus d blogs do orkut e vim parar aki no seu. Alias, parei em um monte, mas so dou atenção p aqueles q eu curto, e o seu foi um desses. O jeito q vc coloca as palavras, faz bem o estilo q curto. Sempre vou passar aki p curtir os seus textos. E aproveitando se quiser da uma forcinha no blog q fiz juntamente com alguns colegas de facul, o endereço é: www.mistureba-hibrida.blospot.com acesse e comente s empre por la. Bjossssssssssss Vanildo

Alê disse...

Nossa simplesmente fantastico esse texto. Aproveitei para ler alguns posts anteriores também, que eu ainda não tinha lido xD... Adoro aqui, por isso que mereceu mesmo os SELOS !

Valeu pelo seu comentário no meu BLOG !

Visite o meu também
www.muitosobrealgo.blogspot.com

ATUALIZAMOS HÁ UM TEMPO
Último POST : Comunidades "Normais"

Vlwww ! Abraço !

Vanessa disse...

Palmaaaaas
palmaaaaas
um dos melhores que li por aqui=]

Conde Vlad Tepish disse...

Palmas duplas! Mais um achado para os favoritos do Castelo! Que sublime poesia essa tua!
Voltaire disse "A poesia é a música da alma, e, sobretudo, de almas grandes e sentimentais." Exatamente como a tua minha jovem e bela poetisa! Continue assim, parabéns!
Beijo do conde!
Nhac,nhac,nhac :
Voei!

.Intense. disse...

Uau. Seu post me vestiu, completa -ou deveria dizer eu, me despiu?

No texto, vai tudo que eu gostaria de dizer hj a uma pessoa, sem coragem, sem pq, apenas com medo - sem sombra de arrependimento. Talvez não com o mesmo intuito, mas serviria, pra dizer: meu problema não é que eu te amo, é que eu não te amo. O olho não brilha. Mas a culpa...me corrói.

...