domingo, 4 de janeiro de 2009

Olhares.

Ela fala que às vezes eu tenho olhos de menino. Não sei bem o que ela quer dizer com isso. Mulheres sempre falam uma coisa querendo dizer outra e depois ainda nos cobram a compreensão das entrelinhas. Então não sei o que tem de menino nos meus olhos, mas talvez seja ele que me deixa assim. Ele, meu filho. Com ele no colo, confesso que não sou bem eu mesmo, não o eu habitual, que sempre conheci. Confesso também que invejei a intimidade de quando ele passou tanto tempo na barriga dela e eu tive que me contentar em ficar de fora esperando, mas agora que ele saiu de lá, finalmente é meu também, o meu menino. E ele me adoça de um jeito que me encabula. Não sei, parece que desde que ele chegou, já não sou tão duro, mas, ao mesmo tempo, justamente desde que ele chegou, eu sinto a obrigação de ter que ser mais forte. Por ele, pelo meu moleque. Quero ensinar pra ele as coisas, até algumas que eu mesmo nunca aprendi direito e só descobri agora. Talvez seja isso que ela vê nos meus olhos - um menino que não sabe direito das coisas. É que o meu garoto no meu colo às vezes é como se eu mesmo me carregasse, como se estivesse tendo uma chance de começar tudo de novo e de fazer as coisas melhor agora. E ele tem meu nome - fiz questão - então vai ser minha versão melhorada, tenho certeza. Acho que quando meu menino crescer, eu vou ter crescido um pouco com ele também. É o que eu quero, e sei que é o que ela espera de mim, ela que tantas vezes foi minha mãe antes mesmo de ser mãe dele. Mas às vezes tenho medo de não conseguir nada disso, só que sempre tento disfarçar. É que homem não chora, né... Talvez seja nessas horas que ela vê o menino nos meus olhos.

3 comentários:

Katarina disse...

Parabéns pela tua cria!! Pela tua segunda chance... Não tenho filhos, mas (nao sei pq) acredito que os filhos sao uma segunda chance para os pais...
Parabéns e feliz 2009!!

'Sarinha costa disse...

Yaaa, tem selinho pra vc no meu blog, ok? Beijossssssss

Gabriela disse...

Nossa...Esse texto é seu mesmo?
Muito bom mesmo. Lindo.