quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Amigos blogueiros, blogueiros amigos.

Sofro abalos
Sou tomada por terremotos imprevisíveis
Derrubam tudo e então algo vem e me reconstrói com meus próprios cacos
Sou tomada por mãos de anjos indescritíveis
Não me abalo



Ficam os agradecimentos a vocês também. Pelas palavras nos momentos bons e ruins, os emails, as conversas no MSN, as letras e melodias, o entusiasmo, o elogio, o me fazer crescer dia-a-dia, e etc, etc, etc...
À Intense, que você regue-se sempre, flor. Sua semente é linda e tenho certeza que você vai desabrochar em mil pétalas. Que você nunca deixe de ser tão você nas palavras quanto você é.
Rafa, sua doçura e delicadeza são um alento, brisa fresca no deserto que é a existência de tantos seres áridos com quem esbarramos por aí.
Alan Salgueiro, você e sua coleção de afetos salpicados e de palavras encantadoras que têm me enfeitado a vida, embora esteja aqui em pouco tempo.
Vanessa, que vem lá do iniciozinho do Labirinto, é a própria essência em pessoa. Que você nunca perca esse dom com as palavras, moça, embora eu saiba que tenha tantas outras coisas ricas aí dentro de você.
Cafeína, que embora eu converse pouco, percebo que tem um coração dos grandes. E apesar das primeiras impressões serem as que ficam, dessa vez a segunda prevaleceu, e me fez perceber o quanto é bom se dar um chance.
Ni, que começou com um presentão de ter textos meus no seu blog, e que vem me encantando cada vez mais, dia após dia, com seus rastros.

Nessa rede, o fio às vezes vira nó, outras vira laço, outras ainda vira corda bamba, mas o melhor é quando conseguimos usá-lo para tecer histórias de carinho. Esse Labirinto ao abrir suas portas tem me revelado surpresas preciosas. A Mel, a Gabriela - e seus conselhos-, a Andréa, a Paula -que vem chegando agora e já está me encantando com suas palavras-, a Thaís, o Rômulo - que já vem de carnavais antigos-, a Katarina - e seu sentimento dominante-, e a todos os outros também. Obrigada, queridos, foi muito bom encontrar vocês. O tempo pode ser pequeno, mas o prazer da companhia de vocês já é enorme, acreditem.

7 comentários:

Ni ... disse...

Ah, dona Moça...

Se fosse colocar todos os textos teus que acho legal, só vai dar textos teus nos "Outros rastros" rs

Um prazer imenso estar compartilhando contigo, dia a dia... momento por momento... Obrigada por estar sempre perto, junto...!

Beijo e mais beijos

Nina... disse...

Lindo blog o seu!

Montidebeijos daqui prai

Ps: Ele realmente me compreende e nosso amor é lindo demais, risos

.Intense. disse...

Li e fui lá no twitter, contar que chorei. Chorei lendo, chorei qdo vi meu nome, mas meus olhos enxeram logo d'água assim que viram o título do post no Reader.

Oq mais me segura e o surpreende no 'blogworld' são os amigos que fiz e faço. Rafa, Cafeína, Juh, Bel, Jady...e vc, Yasha. Verdade é que não tenho palavras pra descrever vc na minha vida. Poderia dizer que é o próprio teatro mágico dos meus dias...desde que te 'conheci', e passamos a nos falar, as coisas mudaram mto, parece que a vida ficou mais doce. Pq sua poesia me agrada, é como eu gosto de ler, e enxe meus olhos, meus dias, meu coração. Meu mp4 carrega seus sons e, quem diria, até uma pasta com seu nome já existe no meu pc. Qdo abro, só tem cantigas de sonhar.

Acho que falando, falando...vou até o amanhecer e nunca termino de explicar. Obrigada por ter lembrado de mim, Anayashashitzu. E saiba que vc tem lugar guardado e garantido, entre minhas flores do coração.

Amiga blogueira.
Blogueira amiga.
;)

;*

Vanessa M. disse...

Putz, acho que é a primeira vez que vejo uma foto sua assim inteirona. Acho que já vi uma aqui no blog mesmo, mas esta tá mais nítida. Cachinhos *.*
Fiquei toda contente quando vi o que escreveu pra mim/sobre mim. Feliz em saber que aqui na rede eu cultivo pessoas bacanas, pessoas que expressam tão bem os sentimentos em palavras. Que esse blog aqui ainda te traga muitas coisas boas.

me sentindo em ver meu nomezinho aí, em lembrar que acompanho isso aqui desde muito cedo mesmo, das primeiras postagens e perceber que a cada dia fica melhor.


Beijo grande

Caféína disse...

Há...que linda!!!! Tou envergonhada!!! Mas ameiiiii isso. Gosto demais de gente que valoriza as amizades!

Rafael Cury disse...

Fiquei emocionado, menina escritora. As palavras, tão gentis, me deixaram envaidecido. Muito obrigado! Beijo grande.

Versos Controversos - Alan Salgueiro disse...

Ah menina, que homenagem bonita, fiquei deveras emocionado! Acho que a sinceridade pela qual esboçamos nossos sentimentos transmitidos nos textos é que rege bem essa proximidade, ainda que amadurecendo no tempo. É imensamente prazeroso poder vir quando quisermos e estarmos sempre de coração emprestado a um relato, nos vendo refletidos tão bem.
Que andemos em cordas bambas, desatando nós, construindo laços. Por aqui estarei sempre, menina Yasha!