domingo, 6 de setembro de 2009

O caos chegou sem avisar.

Meus queridos,

Ainda não tenho condições de escrever o que aconteceu comigo nessa manhã. A minha casa foi invadida por dois homens armados que renderam meu pai - que é hipertenso -, minha mãe e um amigo da família, além de sair acordando todo o restante da casa com uma arma apontada para a cabeça pedindo os pertences, inclusive eu, minha irmã, irmão, e cunhada – que dormiu aqui esta noite -. Estamos bem fisicamente, mas sem telefones celulares, bolsas, dinheiro, alguns outros pertences de enorme valor sentimental, além do carro da minha irmã que serviu pra que os assaltantes fugissem. Estou muito abalada psicologicamente e só agora estou começando a acordar realmente para o que aconteceu. Ainda não dá pra falar muito. Mas pensem em mim com bondade, vou precisar dessa energia. Beijos.

5 comentários:

Ane disse...

Nem consigo imaginar o quão deve ser assustador,acordar com uma arma apontada.

Mas que bom,que todo mundo está bem fisicamente,embora o psicológico vá ficar mesmo abalado.
Tá que não ajudei muito rs,mas é que o meu,realmente,ficaria.

Energia enviada ;D.
PS.:Tb adoro O Teatro Mágico.

Doug T. Ferrante disse...

Desculpe-me a intromissão neste blog. Desejo-lhe muita força. Olha,´sei muito bem o que é isso. Minha família já perdeu muita coisa. Da ultima vez, roubaram nosso unico carro que tinhamos, que já estava pago, mas sem seguro. Nossa situação financeira não era das melhores nessa época, e ainda está se recompondo. O que estou aprendendo de tudo isso é que as coisas materiais são muito frágeis. Uma hora você as tem, outra hora as perde com tremenda facilidade. Temos que aprender a nos desprendermos de coisas materiais e cada vez mais adquirir bagagem espiritual, intelectual. Gostei de seu blog. Se me permitir, começarei a segui-lo.

Grande abraço!

http://dougferrante.blogspot.com

Jacqueline Soares disse...

Aff.. Nem imagino o constrangimento. Não tenho noção dessa sensação de se sentir invadida.. Com certeza deve ter sido horrível, mas essa sensação vai passar, e Deus vai dar tudo em dobro pra vcs!
ps.: pretendo cuidar mto bem dessa felicidade...
obrigadaa!!
=]

Beeeijooss

Vanessa M. disse...

Estou sumida, Yasha...
mas nunca deixando de te ler pelo reader, mesmo que rapidinho. Meu tempo tá escasso, escasso mesmo. Agora mesmo tou comentando do trabalho. Todo dia em casa somente as 23 hrs nao se da pra fazer muita coisa.

Putz, quando li isso me bateu aquele sentimento, aquele sentimento de mão atadas, sabe? A violência e a insegurança parece está por todos os lados. Essa semana mesmo aqui em Salvador 3 ônibus foram queimados, módulos policiais metralhados.
Está um caos a segurança pública e nós temos que caminhar no meio da zona.

Que tudo fique bem com você, com sua família que deve está abalada também. E força pra seguir em meio a uma desordem sem fim.

beijo grande

Andréa Haushin'ka disse...

Yasha, que horrivel, enquanto lia me deu um arrepio, só posso imaginar seu desepero, mas espero que se recupere, e irei pensar em vc com muito carinho, mandando mentalmete energia positiva.