domingo, 20 de dezembro de 2009

Explode, ri, coração! [À Felicidade que me invadiu e aos Blogueiros]

"...Eu é que não me sento no trono de um apartamento com a boca escancarada, cheia de dentes, esperando a morte chegar..."

O azuldacordomar às vezes vira cinza e passa. O cinza vai clareando e vai dando um tom bonito, um tom pérola que muito me agrada. Posso transformar o tom pérola no azul de novo, no azuldacordocéu dessa vez, afinal, a caixa de lápis de cor é minha e as tintas e os pincéis também são meus. As cores se misturam em aquarela e meu sorriso se abre radiante. Acordei com o tom azuldacordocéu hoje, diferentemente do cinza de dias atrás. Sinto que coisas boas estão por vir e não é porque está chegando um novo ano. É ano novo para mim a cada sensação boa que o vento me trás, a cada manhã que eu acordo com um sorriso no rosto e com o pé direito antes do esquerdo. Hoje eu posso até ver um arco-íris surgindo no céu azul, mesmo com um sol escaldante, e ele surge ao redor do sol que brilha feliz quando vê que todos o olham, admirados, como há muito não acontecia. Hoje a felicidade veio até mim e parou. Parou e disse que veio passar uns dias comigo. Bem que me disseram que a felicidade chega de madrugada... Eu soube esperar acordada e a vi chegar, sem atrasos. Ela trouxe a confiança com ela e fez renascer uma luz que se fazia fraca em mim. A luz iluminou meus olhos, que tanto brilham agora, e vai me ajudar a seguir minha trilha. E que venham pedras e obstáculos. Não vou mais engessar o braço antes de subir no muro. Vou deitar no campo imaturo da minha esperança, abraçar o mundo sem medo e respirar feliz mesmo diante do cansaço.

Os olhos não vêem e as mãos permanecem a longa distância, mas nós ainda conseguimos sentir como se estivéssemos perto, lado a lado. Atravessamos as conturbações do tempo e do espaço e mergulhamos na confiança de que temos uns aos outros aqui mais perto, onde apenas um status nos afasta e um piscar de olhos nos aproxima com o coração pulsando mais forte. Não há toque, sorriso visível, nem o mirar dos olhos, mas o que importa quando o coração finge entender o que sente? Eu falo de qualquer bom sentimento que nos lembre que somos no mínimo seres suportáveis e no máximo alguém de tanta importância para alguém que nem conhecemos fisicamente. Eu falo de vocês, de nós, que acreditamos que há pura vida no mundo virtual. E eu não sei explicar que gosto tem isso, mas sei o gosto que fico sem isso. Então, por tudo o que já senti, por todos que já conheci e admirei, por todos que me fizeram chorar com seus textos encantadores cheios de vida e verdade, por todos que não sentem vergonha em falar dos seus dias e que renascem a cada palavra dita, por todos os comentários carinhosos e verdadeiros, para os que me enchem de alegria, aos amigos adquiridos ao longo dos dias em cada post, aos mais próximos e aos mais distantes, aos que me mandam bons ventos a cada dia e aos que me fazem abrir um sorriso a cada notícia das suas manhãs, a cada email, a cada comentário, enfim, eu deixo a vocês essa minha energia que amanheceu florida hoje. E peço para que vocês não deixem morrer o tal bom espírito que ronda esse final de ano, que não esperem a meia-noite do último dia do ano para decidir deixar para amanhã o que deveriam ter feito ontem. Tenho em mim um mundo inteiro e vocês têm a mim em palavras e sentimento verdadeiro, mesmo sem o mirar dos olhos e o sorriso visível. Nem tenho palavras para agradecer pelos abraços à distância desse ano, pelas palavras de conforto, pelas broncas, pelas conversas no MSN, pelo carinho terno, por essa sensação tão boa que vem até mim, fica, e tem vontade de nunca mais ir embora. Essa sensação brilha, e brilha tão forte que meu sorriso parece nem caber no rosto. Acreditem!

“...Eu quero mais é me abrir e que essa vida entre assim, como se fosse o sol desvirginando a madrugada...”

9 comentários:

Ni ... disse...

Sinto você bem pertinho... sempre...

E que o sorriso aqueça nossos corações...

Beijo e mais beijos

KG disse...

Que nos anos vindouros possamos ter mais Paz em nossos corações!
Que a humanidade possa compreender a não existência de continentes, países, etnias, culturas e religiões... Somos todos Irmãos e seres humanos! Apenas isso...

Um Feliz Natal e um ano maravilhoso a vc e a todos esses incríveis blogueiros que, junto conosco, nos ajudam a melhorar o mundo de alguma forma!



"What Do You Say?(What Do You Say)
Will The Human Race Be Run In A Day? (In A Day)
Or Will Someone Save This Planet We're Playing On?
Is It The Only One? (What Are We Going To Do?) "

Pipes Of Peace


Td de bom!!!
KG

Dayane disse...

Saudades de vc!!

a n d r é a disse...

hehehehe...sensações natalinas chegando, mas tem aquele ditado, "antes tarde do que nunca", mesmo sendo somente no natal quando decidmos de repende fazer algo, pelo acontece, acreditar e não perder a fé, é o que importa. Mas é sempre bom ter em mente que por que deixar pra amanhã, o que se pode ter feito ontem. Beijo beijo beijo³³

Beki Girl disse...

Amei o texto muito lindo!

Vanessa M. disse...

Sabe aquela sensação que em janeiro podemos recomeçar, que vai ser tudo diferente, mas alegre, mais colorido? Acho que isso que faz a felicidade bater à nossa porta. Incrível, mas tou sentindo alma leve, sorriso por toda parte.

Que a felicidade invada a sua, as nossas vidas.

Beijo grande



ps: tem msn?
=*

Vanessa M. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vanessa M. disse...

Sabe aquela sensação que em janeiro podemos recomeçar, que vai ser tudo diferente, mais alegre, mais colorido? Acho que isso que faz a felicidade bater à nossa porta. Incrível, mas tou sentindo alma leve, sorriso por toda parte.

Que a felicidade invada a sua, as nossas vidas.

Beijo grande



ps: tem msn?

vanio disse...

=*