terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Receita.

Ame. Comece amando. Então sofra, então caia, então morra, morra em pequenas doses. Então desista. Professe o abandono, torne-se cínico, ria de quem promete. Seu coração está seco. Então siga por aí criando calos, siga cheio de muralhas e cave valas profundas e não permita nem abra concessões. Não mergulhe, não beba, não coma, não ajude a dormir nem a parar de chorar. Chore. Então escorregue. Se quebre. Deixe o peito vazar, deixe o coração expelir as impurezas. E então pinte o rosto e atravesse cada rua cantando e faça de cada dia um presente embrulhado em papel finíssimo da cor do perdão. Então ame. E repita quantas vezes puder.

2 comentários:

Dayane disse...

Yasha... é tão breve, singelo, doce... Que me apaixonei por ele.. vou colar no meu mural.

beijos

Vanessa M. disse...

Que receita mais gostosa de fazer

*.*