sábado, 8 de janeiro de 2011

Ele é um ser tão leve, tão leve, tão me leve...

"Olha, eu sei que o barco tá furado e sei que você também sabe, mas queria te dizer pra não parar de remar, porque te ver remando me dá vontade de não querer parar de remar também..."

Por todas as horas que você esteve ao meu lado, por todas as causas verdadeiras que você me fez enxergar, por toda a felicidade que você trouxe para a minha vida, por todos os meus erros que você transformou em acerto, por todos os sonhos que você tornou real, por todo o amor que eu encontrei em você, eu serei eternamente grata. Foi você quem me ajudou a me erguer, foi você que não mais me deixou cair, foi você quem me viu além de tudo isto. Você foi a minha força quando eu estava fraca, você foi minha voz quando eu não consegui falar, você foi os meus olhos quando eu não consegui ver, você enxergou o melhor que havia em mim, me levantou quando eu não podia alcançar, você me deu fé quando acreditou junto a mim. Você me deu asas e me fez voar, você tocou minha mão e eu toquei o céu, eu joguei minha fé pela janela e você a trouxe de volta pra mim, você disse que nenhuma estrela estava fora de alcance, você me apoiou e eu fique de pé. Embora as mentiras, você era a verdade. Se eu tenho o seu amor, eu tenho tudo. Agora eu não sei o que fazer, eu não sei o que fazer quando você me entristece.

Minha alegria andou pública por algum tempo, e quem me vê e não me conhece, de fato, ainda acha que ela anda por aqui. Faz dias que ela se afastou. Onde se perdeu? Não sei... Está doendo e é dor pesada. Não divido, não demonstro, não expresso. Dor que fingiu ter ido embora e voltou. E é só. Não há mais o que completar... Só é dor, deve passar.

2 comentários:

thais m. disse...

Não podia deixar de cometar teu post. Eu sou apaixonada pela frase do ínicio . é como se a gente segurasse na mão de alguém e pedisse : só mais um pouquinho , um pouquinho só de tempo , de vontade , de coragem. Fantástico .

Adorei.

.Intense. disse...

I'm grateful for each day you gave me.
Maybe I don't know that much, but I know this much is true.



Será por aí, o mistério da Yasha andar sendo uma menina tão quieta - essa prova de que o silêncio nem sempre é tranquilidade? Talvez seja. Diz uma amiga minha que, pro coração, o silêncio é o princípio da morte....que não seja, Yasha.

Que seja apenas tempo, vírgula, intervalo. Mas não ponto final.


:*