segunda-feira, 14 de março de 2011

Do amor e da saudade que transborda.


Por Syoney de Macêdo Tavares.

Era comemoração do nascimento de Jesus Cristo quando resolvi desejar um Feliz Natal a minha família. Logo após resolvi curtir um pouco a noite e, como eu não tinha companhia, fui ao Rasta Pé sozinho mesmo. Foi aí que conheci a Anjinha Minéia. A partir deste dia não deixamos de ter contato algum e aos poucos íamos nos conhecendo. E eu posso dizer a todos vocês que Minéia foi me despertando coisas que há algum tempo eu não sentia por ninguém que passasse pela minha vida. Posso dizer que foi amor sincero e que jamais esquecerei os poucos momentos vividos ao lado dela.

Aprendi que tudo que acontece em nossas vidas, por piores que sejam, são permissões de Deus. Precisamos confiar em Deus, pois ele vai nos dar o conforto necessário, acalmar nossos corações e nos mostrar a direção certa, e nossos corações aos poucos irão perceber que a pessoa tão amada não se foi, apenas partiu para o segundo plano de vida, e esse plano é o encontro com Deus. Sabemos que nada disso é fácil, e como dói, mas de uma coisa podemos ter certeza: Vai passar e as lembranças não serão lembranças de dor, mas sim, lembranças boas, ou seja, saudades...

Desejo toda a felicidade do mundo e que Deus ilumine nossos corações e nos dê toda força necessária. Não podemos esquecer também de confiar em Deus, que o resto tudo ele fará...

Dona Verônica e Sr. Roberto, podem ter a certeza que vocês ganharam mais um filho, pois eu jamais os abandonarei... Já até me sinto um membro da família.

Te amarei sempre, Minha Anjinha.
 

Um comentário:

syoney disse...

Obrigado Yasha... A Minéia sabe muito a sinceridade do sentimento de cada um dos amigos dela aqui na terra sem a presença dela... Muito grato pelo teu amor a ela....